Doenças do Inverno – Como Prevenir

Gripes, resfriados, pneumonia, asma, rinite, bronquite, sinusite são as doenças ou sintomas mais comuns que acometem pessoas na estação do inverno principalmente no sul do país, aonde as temperaturas chegam a graus extremamente baixos. Os idosos e as crianças são os mais propensos a esses tipos de doença, pois a imunidade dessa população muitas vezes pode estar em deficiência, por conta da pouca quantidade de alimentos e/ou suplementos ingeridos ou até mesmo pela dificuldade de absorção de nutrientes necessários à proteção do sistema imunológico.

As doenças respiratórias constituem importante causa de adoecimento em adultos e crianças no mundo. Os percentuais de internações em todo o Brasil, pelo Sistema Único de Saúde para doença respiratória (entre todas as faixas etárias) aumenta grandemente na estação do inverno. As variações sazonais têm acontecido de forma inesperada e a população vulnerável a esses tipos de doenças tem passado por dificuldades e sofrimentos.

Na população infantil e maior de 60 anos de idade as doenças de inverno são as maiores responsáveis por internação nos hospitais e clínicas do nosso país, principalmente nas faixas etárias mais idosas. Além da vacinação, alguns cuidados devem ser tomados a fim de se evitar os transtornos provocados pela estação mais fria.

As sopas quentes, infusões, chás, frutas da estação, canela, gengibre e pinhão são boas opções e ainda uma suplementação composta de vitamina do complexo B, vitamina C e D junto aos minerais magnésio e zinco estabelecem um equilíbrio na estrutura humana e a protege contra os invasores patógenos que oportunamente afetam a população mais frágil.

O vento frio e o ar congelado devem ser estímulos importantes para a ingestão de alimentos calóricos a fim de suprir as necessidades energéticas do organismo. Maior consumo de frutas, verduras e legumes, mesmo sendo difícil  a sua ingestão nessa época, são alimentos indicados por conter rica fonte de nutrientes como vitaminas e minerais que auxiliam no aumento do sistema imunológico.

A alimentação constitui um fator importante na prevenção e tratamento das mais variadas doenças. Atuam melhorando as defesas do organismo e colabora com elementos antioxidantes, protegendo as células contra a ação dos radicais livres que, conseqüentemente traz consigo essas enfermidades e muitas outras.

Eliene Pires de Oliveira

Nutricionista – CRN 8/7683